Os onze escolhidos para o jogo da subida do FC Arouca – Parte 3

Para finalizar esta sequência de notícias à volta do marco de 11 anos desde a primeira subida do FC Arouca à Primeira Liga, vamos relembrar quem estava no banco de suplentes do encontro frente ao União da Madeira e ainda referir os restantes elementos do plantel que não estiveram presentes na ficha de jogo da partida.

Comecemos pelos atletas que saltaram do banco. O primeiro suplente a ser utilizado foi o extremo Hugo Monteiro, que entrou para o lugar de André Claro ao minuto 58. Chegou a Arouca em 2010 e terminou a ligação ao clube aquando do término da carreira, em 2016. Habitualmente suplente, na época da subida assinou três golos. Durante a passagem pela Primeira Liga, foi o autor do golo arouquense no empate a uma bola frente ao Tondela, para a Taça da Liga.

Laurindo foi o segundo suplente, entrando ao minuto 63 para substituir Soares. O médio cabo-verdiano esteve em Arouca apenas nessa época, no final da qual se mudou para Oliveira de Azeméis. Alternando entre a titularidade e o banco de suplentes, Laurindo somou 38 jogos em todas as competições.

O último suplente foi Bijou, também natural de Cabo Verde, que entrou ao minuto 78 do encontro, para o lugar de Roberto. Cumpriu apenas essa temporada pelo FC Arouca, onde começou como titular e foi-se tornado opção regular a sair do banco de suplentes. Participou em 29 jogos e assinou dois golos, em triunfos em casa frente ao Beira-Mar para a Taça de Portugal (2-1) e o único golo do Arouca – Feirense (1-0).

Para além dos três atletas agora referidos, constaram do banco de suplentes Ricardo Silva, o guarda-redes habitualmente suplente; Miguel Ângelo, defesa-central que já passara por Arouca na temporada anterior e os avançados Clemente (ponta de lança) e Luís Pinto (extremo), ambos com 7 golos marcados e mais de 40 jogos efetuados. Fora da ficha de jogo ficaram os restantes nomes do plantel, que passamos a referir:

Igor Rocha, guarda-redes que ficou ligado ao FC Arouca da época 2012/13 até à 2017/2018.

Luís Dias, lateral direito que ainda jogou 12 jogos pelo FC Arouca na primeira temporada na Primeira Liga.

João Vicente, lateral esquerdo que jogou regularmente na época da primeira subida, a única em que passou por Arouca.

Rui Gomes, médio ofensivo que jogou apenas uma época nos arouquenses, onde foi habitualmente suplente.

Amessan, ponta de lança emprestado pela Académica e que regressou à Briosa em Janeiro. Ainda assim, fez 22 jogos e marcou 3 golos (um deles o que deu a vitória ao FC Arouca nos minutos finais do encontro em casa frente à Oliveirense).

Stevan Kovacevic, médio sérvio bastante ligado à população arouquense. Fez parte do lote de mais utilizados do plantel (33 encontros, 4 golos marcados) e ainda somou dois encontros na Primeira Liga.

Hemiliano Lopes fez, nessa temporada 2012/2013, a sua primeira época como jogador sénior. Foi utilizado em 6 jogos, saindo depois para O Elvas.

Foto: FC Arouca

Texto: Simão Duarte

sobre o autor
Simão Duarte
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também