Testamento de Santa Mafalda regressa a Arouca após 170 em arquivo na Torre do Tombo

O documento regressa agora ao mosteiro que a Rainha Santa Mafalda habitou para ficar exposto na Recriação Histórica, de 12 a 17 de julho, 170 anos após Alexandre Herculano o levar para a Torre do Tombo.

O testamento vai ficar em exibição, durante seis dias, na Biblioteca Memorial D. Domingos de Pinho Brandão, situada no Mosteiro, local onde a monarca viveu o resto da sua vida, e onde foi sepultada. Este estabelece não só a transferência dos bens que D. Mafalda possuía em Arouca, mas também que destino teria a sua restante herança. É a importância que existe em torno deste património que explica que após extintas as ordens religiosas, o documento deixe Arouca em 1854 e tenha sido colocado no Arquivo da Torre do Tombo pelo escritor e jornalista Alexandre Herculano.

Esta é uma oportunidade única para os arouquenses poderem observar de perto esta relíquia histórica uma vez que, tal como referido, vai ficar exposto de 12 a 17 de julho, integrando o programa da Recriação Histórica deste ano, que aborda a época Barroca no na vila.

Foto:MA

 

sobre o autor
Ana Isabel Castro
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também