UF de Canelas e Espiunca tenta desconstruir mitos e crenças sobre a violência doméstica

Na passada terça-feira, dia 11 de abril, decorreu na Casa da Sobreira, União de Freguesias de Canelas e Espiunca, uma ação de sensibilização sobre violência doméstica, com as psicólogas Cátia Ribeiro e Filipa Sá, técnicas de apoio à vítima do Espaço Trevo.

Durante o evento, aberto à comunidade em geral, foram abordados os tipos de violência doméstica (verbal, psicológica, sexual, financeira, física) e desconstruídos mitos e crenças como: “entre marido e mulher não se mete a colher”, “os ciúmes sinal de amor”, “a traição justifica a violência” ou “ver o telemóvel do/a parceiro/a é normal”. Foram também vincadas as ideias de que “a violência nunca é uma demonstração de amor”, e nunca deve ser encarada como solução para nada, já que todas as formas de violência têm como objetivos “magoar, humilhar, controlar e assustar”.

Desta forma, os participantes ficaram capacitados para identificar mais facilmente os sinais de violência doméstica, mas também para saber como agir perante uma situação dessas, apoiando a vítima.

Esta iniciativa faz parte do plano de formação da Junta de Freguesia. Assim, ao longo do ano, serão desenvolvidas outras ações de sensibilização, formação e/ou capacitação, em diferentes áreas.

Presente na sessão, Sónia Pinho, da Junta de Freguesia, sublinhou que estes momentos também contribuem para ajudar a moldar uma comunidade mais solidária e mais atenta aos seus vizinhos. “Vamos promover outras sessões, sobre outros temas, para sermos uma comunidade mias unida e mais capacitada para a entreajuda”, disse, convidando os presentes a indicarem outros temas de interesse para as próximas ações.

O Espaço Trevo é uma ação promovida e executada pela cooperativa Casa dos Choupos no âmbito do eixo de intervenção referente à igualdade de oportunidades e de género. Esta estrutura disponibiliza respostas de atendimento a vítimas adultas de violência doméstica e de género, bem como de apoio psicológico a crianças e jovens vítimas de violência doméstica, nos concelhos das Terras de Santa Maria, onde se inclui o concelho de Arouca.

Texto: Nuno Pinto

sobre o autor
Ana Isabel Castro
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também