Mujica mete três prendas no sapatinho arouquense (3-0)

O ponta de lança fez os três golos, na vitória que mete o Arouca em 13º lugar

Na véspera da quadra natalícia, o Municipal de Arouca acolheu uma tradição arouquense: vencer contra o Gil Vicente. Ontem, o FCArouca venceu o Gil Vicente por 3-0, com hat-trick do espanhol Rafa Mujica, numa vitória importantíssima e que coloca o Arouca provisoriamente em 13º lugar, três lugares acima dos de descida.

O treinador do Arouca, Daniel Sousa, apostou na estrutura habitual, alterando apenas Sylla, castigado, por Vitinho. Já Vítor Campelos, treinador do Gil, colocou Murilo, Dominguez e Lopes nos lugares de Zé Carlos, Fujimoto e Touré.

O primeiro remate do jogo pertence ao Gil, num lance em que Félix Correia trocou as voltas a Esgaio e na tentativa de cruzar, força a defesa de Arruabarrena, Seguem-se duas oportunidades de ouro para o Arouca, aos 12 e aos 22, onde Andrew levou a melhor frente a Mujica, adiando o inevitável. Numa fase em que o Arouca ia saindo a jogar, apesar de alguma cerimónia na saída, que ia complicando certos lances, surge no relvado um cão, que por duas vezes interrompeu o jogo.

Aos 37, na sequência de um canto, um desentendimento entre Mujica e Gabriel Pereira deu penalty ao Gil. O espanhol, no lance anterior, já tinha sido avisado pelo árbitro. Na cobrança dos 11 metros, Pedro Tiba atirou por cima. O Gil já tinha poucas oportunidades, e desperdiçando o penalty, ressentiu-se.

Como quem não marca sofre, o Arouca chegou à vantagem no início da compensação. Após uma das várias combinações pela direita do ataque arouquense, Cristo, que já tinha partido a loiça toda ao driblar quem lhe aparecia pela frente, faz um cruzamento milimétrico, que Mujica, à ponta de lança, cabeceou para o fundo das redes. O golo coroou uma primeira parte bem conseguida dos Lobos de Arouca, que se apresentaram mais esclarecidos que os gilistas.

A segunda parte esteve para começar com mais um golo arouquense, quando Cristo, aos 46, aproveita uma segunda bola e remata à entrada da área, pecando apenas na finalização. O Arouca entrou bem na segunda parte e viu esse esforço ser recompensado ao minuto 61, quando, num canto, Galovic assistiu Mujica para o segundo da noite.

O Gil subiu as linhas e começou a arriscar mais, contudo, isso não se traduziu em oportunidades, pois aos 67, Cristo volta a mostrar vontade de marcar, mas a bola desviou em Tiba e bateu com estrondo na trave. Entretanto Fujimoto entrou e quis logo mostrar serviço, mas o médio, em posição frontal, tanto quis encostar o esférico ao canto direito que acabou por mandar para fora. Quem encontrou o caminho do golo foi novamente Mujica, que à passagem do minuto 78 sentenciou o jogo. Um canto gilista rapidamente se transformou numa transição venenosa dos Lobos, em que Mujica, apesar de estar à frente da defesa do Gil, está em jogo por estar no seu meio campo.

Os três golos do ponta de lança espanhol fazem o Arouca sair do fundo da tabela, numa prenda de Natal excelente.

Suplentes Arouca:

Valido (GR), M.Rocha(DF), Moses, P.Santos, (MD) Bukia, Michel, Trezza, Puche, Lawal(AT)

Ficaram de fora Sylla (castigado) Quaresma, Milovanov, P.Moreira, R.Fernandes, Busquets (lesionados)

Suplentes Gil Vicente :

Vinícius.D (GR), Lipe, Kiko.P (DF), Gbane, Fujimoto, , Castillo (MD), Touré, Marlon Baturina (AT)

Substituições Arouca:

46 – Sai Vitinho, entra Trezza

70 – Sai Cristo, entra P.Santos

84 – Saem Jason e Mujica, entram Puche e Michel

88 – Sai D.Simão, entra Bukia

Substituições Gil Vicente:

70 – Saem Murilo, P.Tiba e M.Lopes, entram Touré, Fujimoto e Marlon

84 – Saem Buta e Dominguez, entram Baturina e Kiko.P

Arbitragem:

Manuel Oliveira, Carlos.C, Hugo.S, Ricardo.M. No VAR, Ricardo Baixinho e Hugo. R

Disciplina Arouca:

Cartão amarelo a Mujica (38) e Esgaio (85)

Disciplina Gil Vicente: 0

Conferência de imprensa:

Daniel Sousa (Arouca) – “Foi um jogo difícil. Na primeira parte, acho que tivemos muito bem. Na segunda parte, também, mas houve ali um momento em que perdemos um bocado o controlo da bola.”

Vítor Campelos (Gil Vicente) – “Quem vê o resultado e não viu o jogo pensa que o Arouca dominou e esteve por cima. O penálti falhado teve uma carga emocional grande e o golo que sofremos de seguida antes do intervalo”

 

Foto: FCArouca

Simão Duarte

sobre o autor
Simão Duarte
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também