Projeto “Ligue Antes, Salve Vidas” já iniciou nos Serviços de Urgência da Região

Iniciativa está em vigor desde o dia 5 de março, e tem como meta diminuir a utilização “inapropriada ou evitável” dos serviços de Urgência do SNS

Entrou em vigor no dia 5 de março, nos Serviços de Urgência de Arouca, Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira e São João da Madeira, da Unidade Local de Saúde de Entre Douro e Vouga, o novo Projeto “Ligue Antes, Salve Vidas”.

Este projeto tem como finalidade reduzir a utilização “inapropriada ou evitável” dos serviços de urgência do Serviço Nacional de Saúde, sendo uma medida “eficiente” para a melhoria da qualidade na prestação de cuidados. Segundo a ULSEDV, irá permitir “minimizar as situações de excesso de procura”, reservando espaço para as situações mais graves. Esta situação torna a situação mais eficiente e segura para o utente com doença aguda de menor gravidade, oferecendo uma resposta no local certo, nomeadamente na equipa de saúde familiar”, como garantiu a Unidade Local de Saúde da região.

Esta implementação de estratégias tendentes à diminuição das urgências evitáveis implica, “necessariamente, o reforço da implementação e divulgação dos mecanismos que garantem o acesso adequado dos utentes que procuram os serviços de saúde em situação de doença aguda”.

Este projeto pretende garantir que nenhum utente se dirija aos Serviços de Urgência da ULSEDV, acima referidos, sem que antes entre em contacto com a linha SNS24 através do n.º 808 24 24 24, assim obtendo a adequada referenciação.

Além disso permitir a mudança para melhorar o atendimento dos utentes da região, através de orientação de acordo com a sua situação clínica, bem como garantir o rápido atendimento no Serviço de Urgência, ou o agendamento de uma consulta nos Cuidados de Saúde Primários, para o próprio dia, ou para o dia seguinte. Resumidamente os utentes têm a possibilidade de “evitar as filas e as esperas na urgência”, e aguardar em sua casa até à hora da consulta agendada pela Linha SNS 24, “evitando deslocações desnecessárias aos Serviços de Saúde”. Permite, ainda, que os Serviços de Urgência fiquem “mais disponíveis para as situações mais graves, melhorando o seu atendimento e reduzindo os tempos de espera”.

sobre o autor
Ana Isabel Castro
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também