Arouca distinguida pela primeira vez como “Autarquia + Familiarmente Responsável”

Arouca é um dos 108 municípios que vão receber,este ano, a bandeira verde devido às suas políticas de apoio à família. A autarquia acaba de ser distinguida, pela primeira vez, como Autarquia + Familiarmente Responsável 2023, um galardão atribuído pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis. A cerimónia de entrega da bandeira verde acontecerá a 6 de dezembro, na Reitoria da Universidade de Coimbra.

Uma Autarquia + Familiarmente Responsável, tal como explicou a autarquia em nota de imprensa, é “aquela que implementa medidas facilitadoras da vida familiar, em particular para as famílias com três ou mais filhos por serem as que mais colaboram no combate ao envelhecimento e desertificação, sendo fonte de riqueza, através da criação de emprego, do aumento do espírito de iniciativa e da estabilidade social”.

Para a atribuição desta distinção, o Observatório avaliou vários critérios, nomeadamente o apoio às famílias com necessidades especiais, a educação, a habitação, os transportes, a saúde ou a cultura e o desporto.

No caso de Arouca, contribuíram para a atribuição deste galardão a existência de um tarifário social e familiar da água, saneamento e resíduos, a disponibilização de transportes escolares, a manutenção da taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) na taxa mínima, a atribuição de bolsas de estudo aos alunos do Ensino Superior, a implementação da Estratégia Local de Habitação e da Estratégia Municipal de Saúde, os projetos Saúde em Movimento, Voz Amiga, Idade Maior, Sénior.com, Diabetes em Movimento, Equilibra-te – promoção e prevenção na área da saúde mental, o serviço de teleassistência, o programa ABEM e o Gabinete de Apoio ao Emigrante, entre outras iniciativas.

“É uma distinção muito importante, sendo um reconhecimento pelo profícuo trabalho que temos vindo a desenvolver no apoio às famílias arouquenses e na aposta que temos vindo a fazer na criação de condições nas mais diversas áreas – social, escolar, cultural, desportiva – para uma vida com qualidade para todos, e de modo particular para as famílias que possam encontrar-se numa situação mais vulnerável. É também mais um incentivo para continuarmos a trabalhar de modo empenhado com um conjunto alargado de parceiros a nível local na construção de um concelho mais coeso e inclusivo”, afirma a presidente da Câmara Municipal, Margarida Belém.

O Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis é uma iniciativa da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas. Tem como principais objetivos acompanhar, galardoar e divulgar as melhores práticas das autarquias portuguesas em matéria de responsabilidade familiar.

sobre o autor
Ana Isabel Castro
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também