Daniel Sousa parabenizou os jogadores “É mais que merecido para eles”

Na sequência da vitória frente ao Boavista, que culminou com a passagem dos arouquenses aos oitavos de final, Daniel Sousa, treinador do Arouca, mostrou-se sorridente na sala de imprensa para responder às questões dos jornalistas.

Questionado pelo DD sobre o sentimento de ter conquistado esta vitória e a análise da partida, o treinador dos Lobos começou por «dar os parabéns aos jogadores. É mais que merecido para eles, por aquilo que puseram em campo, pela atitude. Tem que ver com tática e com estruturas, mas mais do que isso tem a ver com a atitude e eles mostraram esse querer e essa atitude, que era o mais importante para este jogo. Deram sinais claros de que querem muito sair da situação em que nos encontramos de momento e vale muito por isso. Vale mais até do que a passagem em si.”

– Trabalho durante as semanas foi mais emocional?

“Acreditamos que quando somos rigorosos no trabalho e exigimos o máximo, as coisas acabam por acontecer com uma certa naturalidade também em termos de confiança. O jogo em si é uma vitória também por aquilo que eles puseram nestas duas semanas e transmite a crença e a confiança do que fizeram bem, e isso é muito importante.”

– Esta vitória é o clique para regressar às vitórias?

“ Não sei se será, sei que é um jogo e um resultado importante para nós, importante para o Arouca, importante para as pessoas que cá estiveram e para as pessoas de Arouca. Vamos continuar a trabalhar. Este momento é um momento muito importante para nós avaliarmos estas duas semanas, fazer ajustes e preparar o próximo jogo dessa forma. Ainda para mais sabendo que é um adversário que, em casa, é forte, é muito difícil e vamos ter um adversário pela frente que vai estar com o orgulho ferido. Vamos ter aqui um nível acrescido de dificuldade.”

– O porquê de não ter esgotado as substituições (e não ter metido o Arruabarrena, que é especialista em penalties)

“ Nós sabíamos isso de antemão, que o Arruabarrena é um especialista em penalties, mas também sabemos que o Thiago também é muito bom nos penalties, porque é uma coisa que também deu para ver durante a semana. Relativamente ao número de substituições, fizemos 4. Sim, faltou-nos fazer algumas substituições, mas as substituições não são feitas só porque sim. Ou seja, não é só por estarem lá que têm de ser feitas. Mexemos onde tivemos de mexer em termos de algum desgaste que houve lá, mexemos em termos estratégicos, porque precisamente foi como falei na conferência (pré-jogo), a questão do canivete suíço. Usamos as ferramentas que temos no banco em função daquilo que foi o momento do jogo.

– Fragilidades defensivas nos golos

“ Nós teremos que analisar. Preciso de analisar o momento todo do jogo que levou a esse golo, não só as ações finais, porque as ações finais por vezes estão encobertas por outros erros que possam ou não ter sido cometidos. Nós trabalhamos bem a defesa, a defesa esteve bem durante quase todo o jogo. Mas sim, é uma coisa que vamos ter de consolidar, é este guardar de vantagem que tínhamos por duas vezes.”

Foto: Sofia Brandão

Simão Duarte

sobre o autor
Simão Duarte
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também