Município de Arouca investe em polo de atividades para população sénior mais isolada na serra da Freita

 

A Câmara Municipal de Arouca anunciou que vai investir cerca de 220 mil euros para criar um novo polo de atividades para a população sénior isolada na serra da Freita

A presidente Margarida Belém realçou que a população de lugares como por exemplo, Cabreiros, está envelhecida e sofre os efeitos do isolamento num local que, a cerca de 20 quilómetros do centro, tem grande beleza natural, mas não oferece comércio, serviços, oferta cultural regular ou transportes públicos.

Para a autarca socialista, isso permitirá que os idosos de Cabreiros intervenham de forma ativa na melhoria do seu quotidiano, o que gerará sentimentos de “maior valorização pessoal e autoestima, atenuando o pessimismo do envelhecimento e diminuindo a solidão e o isolamento”. Sob esse pretexto mencionou “requalificar a antiga casa paroquial de Cabreiros e transformá-la num centro cívico e comunitário que fique ao serviço da comunidade local, apoiando-a com a promoção de iniciativas que aninem o seu quotidiano, aumentem a sua qualidade de vida e lhe permitam uma maior participação em iniciativas de cariz social e cultural”.

O projeto contará com o apoio da União de Freguesias de Cabreiros e Albergaria da Serra, envolve também a Associação Geoparque de Arouca e será financiado em 100% ao abrigo do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR). A criação do Centro Cívico e Comunitário de Cabreiros deverá arrancar até final de setembro e ficar concluída em 12 meses.

sobre o autor
Alberto Pinho Gonçalves
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também