O perigo no (PR14) em Regoufe

Uma lástima é o termo que melhor caracteriza o início do percurso pedestre (PR 14) com destino à aldeia de Drave, a seguir à ponte de Regoufe. Muitas pedras soltas, grandes e pequenas, dificultam a vida a quem se dispõem a fazer a caminhada rumo à aldeia de Drave. E se para cima, apesar das dificuldades, “todos os Santos ajudam”, já para baixo, no regresso, a coisa complica-se ainda mais, pois como se sabe “para baixo todos os diabos empurram”, como demonstra o invés do provérbio. E é que empurram mesmo a julgar pelas informações que o DD registou na aldeia de Regoufe. São várias as quedas de “Trilheiros” nesse troço que felizmente, até ao momento, não causaram danos de maior gravidade. Por isso, “antes que algo mais grave aconteça”, e conforme as apreciações que o DD obteve no local, que se proceda a uma limpeza (remoção das pedras soltas) para “evitar que Arouca seja mais uma vez motivo de notícia pelos piores motivos”.  Os caminheiros agradecem e os moradores da aldeia também.

sobre o autor
Ana Isabel Castro
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também