A Recriação Histórica animou uma vez mais a vila de Arouca

Presidente da Câmara destacou “balanço positivo” deixando uma palavra “de apreço” aos voluntários que “deram vida ao evento”

Durante os passados dias 21, 22 e 23 de julho, a vila de Arouca esteve uma vez mais em festa. O Mosteiro de Santa Maria abriu as suas portas para acolher a Recriação Histórica, um evento que, de ano para ano, tem dado a conhecer a história deste marcante espaço monástico.

Durante três dias foi possível reviver tempos antigos, como aqueles em que as monjas habitavam o convento, ou os das rotinas de oração no cadeiral conduzidas pelas freiras.

Em declarações endereçadas ao nosso jornal, a Presidente da Câmara Municipal de Arouca, Margarida Belém, referiu que “o balanço deste ano foi francamente positivo”. Deixou também uma palavra de apreço a todos os voluntários que, de forma apaixonada, deram vida a este evento, emprestando o seu precioso tempo a vários meses de ensaio, e aos três dias oficiais da festa. Por essa entrega, empenho e dedicação “deixo aqui o meu vivo agradecimento a todos eles, bem como a todas as associações locais envolvidas” declarou.

Recorde-se que foram cerca de 270 figurantes e atores amadores que colaboraram com a organização para recriar os costumes do século XVIII e XIX, sendo que grande parte deles são ainda jovens. Um facto que a presidente do Município não deixou de referir pois “mantendo-se a sua participação nas próximas edições, e dada a ligação que se criou”, ficou convicta que o futuro da Recriação Histórica está “garantido.”

O programa deste ano teve como ponto alto a recriação de episódios das invasões francesas que obrigaram “as monjas a fugir do Mosteiro”. Para além das invasões napoleónicas, comtemplou também a recriação de momentos da vida monástica, com destaque para a eleição da nova abadessa, o benzimento de uma noviça e o rito de entrega a Deus e à vida em clausura a que chamavam “tonsura”, (símbolo da renúncia às vaidades do mundo, e que obrigava ao corte dos cabelos das raparigas que ingressavam na vida religiosa).

Durante os três dias, foram muitas as pessoas que visitaram Arouca e o Mosteiro, mostrando, assim, que este evento é um importante contributo para a dinamização do comércio local, sem esquecer a atenção mediática que o evento mereceu com referência em alguns dos mais relevantes órgãos de comunicação social a nível nacional.

“Arouca História de um Mosteiro- Recriação Histórica”, contou novamente com a organização do Município de Arouca em parceria com vários agentes locais.

 

Luís Teixeira

 

Foto: Carlos Pinho

sobre o autor
Alberto Pinho Gonçalves
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também