Deputado do PSD Rui Vilar acredita que o crescimento de Portugal será o mais lento

O arouquense acredita que este será até ultrapassado pela Grécia

Durante o Debate das Grandes Opções 2023-2026, no dia 10 de maio no Parlamento, o deputado arouquense do Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata, Rui Vilar, discursou, sobre a economia do país.

O social democrata acredita que a falência operacional do estado é caso de alarme e emergência, dizendo que “ano após ano o país se vem a aproximar da nação mais pobre da europa”, um problema “que o governo se recusa a reconhecer”.

O deputado refere ainda que o PSD “olha sempre para a economia da mesma forma”, ou seja.  “acabar com a pobreza”, e que este fim só é possível se, “os pobres passarem a ser remediados, se os remediados passarem a classe média, se a classe média deixar de ser média para ser alta.” “Chama-se subir na vida, e há muito tempo que não acontece em Portugal”, denota.

Durante o seu discurso também referiu que a comparação com a Europa é “retórica e inventiva”, que “continuamos a crescer abaixo dos quatorze países da Coesão”, e que Portugal vai ter o crescimento mais lento entre 2024 e 2026, sendo até ultrapassados pela Grécia.

sobre o autor
Ana Isabel Castro
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também