Deputada Municipal Rosária Tavares chama à atenção para a falta de saneamento em Lourosa

Durante a sessão da assembleia municipal de Vale de Cambra, no dia 27, a deputada Rosária Tavares, do PSD, falou sobre os problemas com a água e o saneamento na região de Lourosa.

A deputada começou a sua intervenção lendo o texto sobre este mesmo assunto, presente no site da CM de Vale de Cambra, onde está salientado que a autarquia investe aproximadamente 3 milhões de euros, depois relatando a realidade de Lourosa – Macieira de Cambra, onde, segundo Rosária Tavares, os habitantes passam dificuldades devido à falta de saneamento e água potável.

Seguidamente salientou que a ONU considera o saneamento básico um direito humano, além de também mencionar que a falta do mesmo pode causar problemas de saúde grave. A deputada ainda clarificou que a campanha onde foi prometida a solução para este problema começou hà 575 dias.

A social democrata mais acrescentou existirem problemas com a via publica, e que quando o presidente é questionado sobre o assunto, “a culpa é do empreiteiro”. Também é mencionado que os 90 dias de prazo limite para a conclusão da obra, esta continua sem estar feita.

Rosária Tavares pediu a José Pinheiro que revele qual é o seu plano B, e que apresente alternativas higiénicas à população de Lourosa.

Texto: Nuno Pinto

sobre o autor
Ana Isabel Castro
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também