João Carvalho Silva sente que “não há muito que comemorar” sobre os 49 anos do 25 de Abril

O líder da bancada do PSD na Assembleia Municipal de Vale de Cambra acredita que até ao concelho resolver “problemas básicos” como: apostar na formação profissional adaptada às necessidades das empresas, dar melhores condições às empresas para se fixarem no concelho, ou aumentar o número de habitações disponíveis a custo controlado para fixar a população jovem, “não haverá liberdade”.

João Carvalho diz que “O direito ao trabalho, à educação, à habitação, à saúde, à água e saneamento, à segurança… não estão a ser cumpridos”, e que devido à falta do cumprimento das promessas de abril, 49 anos depois, a democracia em Portugal está “doente” e poderá morrer.

sobre o autor
Ana Isabel Castro
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também