Neves Coelho apresentou candidatura à presidência da AFA

José Neves Coelho, Presidente da Associação de Futebol de Aveiro (AFA), anunciou no passado dia 14 de abril a candidatura às próximas eleições do organismo que regula o Futebol, o Futsal e o Futebol de Praia Aveirense. O processo eleitoral acontece a 02 de junho.

Numa sessão que contou com a presença de vários órgãos de comunicação social, o dirigente apresentou, em traços gerais, o plano para o próximo quadriénio, destacando desde logo que a prioridade passa por manter uma relação de “proximidade entre a AFA e os seus clubes”.

“Já contactei todos os presidentes dos clubes por telefone e revela agora, publicamente, avançando com alguns pilares e ideias que constituem a estratégia para este mandato. Depois faremos várias apresentações conjuntas, em diferentes locais, com os clubes, a fim de apresentar o plano de ação da candidatura. O lema mantém-se: a AFA são os clubes”, sublinhou José Neves Coelho.

Elencando um conjunto de dinâmicas que pretende ver implementadas para a presidência da AFA, Neves Coelho apontou aos 25 mil atletas federados, meta que considera plausível para o distrito e “a conclusão da Aldeia do Futebol de Aveiro”, que tem tido “utilidade extrema” e sido utilizada para “muitos eventos, quer das seleções, quer da formação de árbitros, treinadores e atletas”.

O responsável vinca que a sua estrutura continuará a “garantir a sustentabilidade da AFA” e que irá “apoiar os clubes a assegurarem receitas próprias”.

Para além disto sublinha que é fundamental manter a aposta na “modernização dos serviços”, que “permitem que os clubes façam desde casa muitas das coisas que, antes, tinham de ser feitas na sede”.

Continuar a “valorizar as competições e a imagem dos atletas para dar ainda mais visibilidade”. José Neves Coelho assegura a promoção da “inovação tecnológica diretamente ligada ao jogo”, com ferramentas que “já estão à disposição das nossas seleções”.

Num período em que se promove o desportivismo e a competição saudável, o dirigente pretende ainda valorizar “a qualificação dos vários agentes desportivos através da formação e qualificação, desde a arbitragem, dos dirigentes e os pais dos atletas. Temos de criar empatia e grupos de trabalho, para que todos tenham uma cultura desportiva que seja visível nos mais jovens”, sustentou José Neves Coelho, salientando que “o futebol é uma festa”.

sobre o autor
Ana Isabel Castro
Discurso Direto
Partilhe este artigo
Relacionados
Newsletter

Fique Sempre Informado!

Subscreva a nossa newsletter e receba notificações de novas publicações.

O envio da nossa newsletter é semanal.
Garantimos que nunca enviaremos publicidade ou spam para o seu e-mail.
Pode desinscrever-se a qualquer momento através do link de desinscrição na parte inferior de cada e-mail.

Veja também